Sábado, 23 de Outubro de 2021

Traficantes pedem ajuda para esconder carro pifado e acabam presos


A dupla até tentou fugir, mas acabou capturada por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira
Droga apreendida com os suspeitos (Foto: Divulgação)

Dois traficantes acabaram presos em flagrante após um dos carros usados por eles fundir o motor e precisarem pedirem ajuda para guardá-lo nas margens de uma estrada vicinal em Tacuru.  A dupla até tentou fugir, mas acabou capturada por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira).

Conforme o boletim de ocorrência, os homens foram vistos em uma estrada vicinal pedindo ajuda para guarda um Fiat Strada que apresentava problemas mecânicos. A atitude da dupla desconhecida chamou atenção e os policiais que faziam rondas na região foram avisados.

Eles fizeram buscas e encontraram o veículo descrito na denúncia parado em uma propriedade rural. Os suspeitos também estavam no terreno e tentaram correr do local ao verem a viatura. Foram perseguidos e capturados.

Logo confessaram que foram contratados para transportar droga. Eles viajavam em dois carros: além da Strada, estavam em um Ford Ecosport. Foi no segundo veículo que os policiais encontraram os tabletes de maconha, que pesaram mais de 291 quilos.

 

Presa, à dupla contou que foi contratada para buscar a maconha em um assentamento da região e levar até Itaquiraí. Inicialmente a droga estava na Strada, mas o motor da picape fundiu. Eles então pediram ajuda para um morador e a rebocaram até o local em que o flagrante foi feito.

Eles revelaram também que o próprio contratante os levou até a região. Pelo transporte, um dos suspeitos, identificado como Odilon Domingos Ferreira de Macedo, de 27 anos, receberia R$ 3 mil. O outro, Thiago Barauna Drewl, de 22 anos, ganhariam R$ 5 mil.

Na delegacia, os policiais descobriram ainda que Odilon estava foragido da justiça de Santa Catarina e que a Ecosport estava com placas falsas e era furtada de Londrina, no Paraná. O caso foi registado como tráfico de drogas, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor na delegacia de Tacuru.


Fonte: Campo Grande News