Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Notícias/Policial

330 policiais ‘caça’ quadrilha que atirou em militar do Bope

Ação só deve terminar quando os suspeitos forem presos.

330 policiais ‘caça’ quadrilha que atirou em militar do Bope
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Mais 80 policiais militares reforçam a Operação Presença, na região de fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Agora, com 330 policiais, são feitas ações na caçada pelos traficantes que reagiram à abordagem policial há uma semana e deram tiros de fuzil, atingindo o subtenente do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) Carlos Aragaki, de 45 anos.

Conforme relatado pelo oficial Fernando da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), em entrevista à Rádio Império PY, as equipes reforçam policiamento em Antônio João, Ponta Porã, Coronel Sapucaia, Amambai e Aral Moreira, em toda região de fronteira. A operação deve acabar somente quando todos os envolvidos forem presos.

Até o momento, apenas um homem se entregou à Polícia Federal, responsável pelas investigações, sendo ele Paulo Denis Bobadila Martinez. “PM e todas outas polícias não vão sair da região enquanto todos os outros não forem presos”, afirmou o militar.

FONTE/CRÉDITOS: Mídia Max News
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!