Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Notícias/Política

Após motociata, Bolsonaro diz que acordo entre TSE e WhatsApp não tem validade e dispara: 'censura'

Em fevereiro, o WhastApp e o TSE firmaram um acordo para adotar medidas de combate a fake news nas eleições.

Após motociata, Bolsonaro diz que acordo entre TSE e WhatsApp não tem validade e dispara: 'censura'
© Marcos Corrêa/PR
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O acordo entre o aplicativo de mensagens WhatsApp e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) representa uma "censura", disse, nesta sexta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro, após evento com apoiadores em Americana, São Paulo. Ele participou de uma motociata neste feriado.

Em fevereiro, o WhastApp e o TSE firmaram um acordo para adotar medidas de combate a fake news nas eleições. Nessa quinta-feira (14), a plataforma anunciou a permissão para envio de mensagens a milhares de pessoas, mas acrescentou que, no Brasil, a funcionalidade só será liberada após o pleito eleitoral.

Segundo a empresa, a decisão ocorreu após enfrentar receio e críticas do potencial para a disseminação de desinformação nas eleições deste ano.

Para Bolsonaro, no entanto, a medida terá validade. "O WhatsApp passa a ter uma nova política para o mundo, mas uma especial, restritiva para o Brasil. Isso após um acordo com três ministros do Tribunal Superior Eleitoral. Cerceamento, censura, discriminação. Isso não existe. Ninguém tira o direito de vocês nem por lei, quem dirá por acordo com o TSE. Esse acordo não tem validade, e nós sabemos como proceder", disse.

FONTE/CRÉDITOS: Hj em Dia
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!