Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Domingo, 03 de Julho de 2022

Notícias/Naviraí

Aulas presenciais das escolas José Flores e Marechal Rondon iniciarão dia 14 de março

Reformas também exigem a mudança de data do início de atividades em duas creches

Aulas presenciais das escolas José Flores e Marechal Rondon iniciarão dia 14 de março
Assessoria PMN
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A prefeitura de Naviraí através da Gerência Municipal de Educação e Cultura (GEMED) confirmou, na manhã de hoje (28-02), o adiamento do início das aulas presenciais de duas escolas e de duas creches da REME – Rede Municipal de Ensino. “As escolas que terão as datas diferentes devido às reformas são a Escola José Martins Flores e a Escola Marechal Rondon. Nestas duas unidades as aulas serão iniciadas no dia 14 de março”, informa a gerente de Educação de Naviraí.

Ela acrescenta que em duas creches, sendo os CIEIs – Centros de Educação Infantil “Maria José Cançado” e “Eva de Morais” o retorno presencial será gradativo, a partir de 14 de março, em virtude da idade das crianças e o forte cheiro da tinta das paredes recém pintadas. “Todas as demais escolas da Rede Municipal de Ensino retornam presencialmente, normalmente, no dia 03 de março”, reafirma Tatiane Maria Morch.

A gerente faz questão de explicar que estas novas datas são exclusivamente referentes ao “retorno presencial” dos alunos na escola. Porém, destaca que as aulas de forma remota ou por meio de atividades complementares já estarão sendo encaminhadas pelas unidades escolares.

“A Gerência de Educação não medirá esforços para atenuar os danos causados pela pandemia do coronavírus, que dificultou a aprendizagem dos estudantes nos últimos dois anos. Para isto, vários projetos estão sendo preparados para a recuperação da aprendizagem de nossos alunos”, pontua Tatiane Morch.

“Estas reformas eram necessárias. Começaram a ser executadas o ano passado, e garantirão melhor qualidade ao ensino, beneficiando não apenas os estudantes, mas, também, toda a comunidade escolar, administrativos, professores e direção das escolas. O atraso ocorre porque após o início das reformas, outros estragos e falhas que necessitam de urgente manutenção foram identificados, exigindo mais trabalho. Estas melhorias atendem pais e alunos que há anos reivindicavam estas reformas e a atual Administração, por determinação da prefeita Rhaiza Matos decidiu fazer os investimentos necessário”, frisou o gerente de Serviços Público, Fabiano Costa.

FONTE/CRÉDITOS: Assessoria PMN
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!