Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022

Notícias/Economia

Consumo de famílias de MS deve crescer 10,6% em 2022, aponta estudo IPC Maps

O maior volume de recursos das famílias sul-mato-grossenses deve ser usado na habitação, 20,7% (R$ 16,5 bilhões).

Consumo de famílias de MS deve crescer 10,6% em 2022, aponta estudo IPC Maps
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O consumo das famílias deve movimentar cerca de R$ 79,9 bilhões em Mato Grosso do Sul em 2022, o que representa um aumento de 10,6% frente a 2021, quando o valor chegou a R$ 72,3 bilhões. A estimativa é do estudo IPC Maps 2022, especializado há quase 30 anos no cálculo de índices de potencial de consumo nacional, com base em dados oficiais.

Os dados do IPC Marketing Editora, responsável pela pesquisa, apontam que neste ano o maior volume de recursos das famílias sul-mato-grossenses deve ser usado na habitação, 20,7% (R$ 16,5 bilhões).

Depois aparecem os gastos com veículo próprio, com 12,5% do total (R$ 10 bilhões). Esse panorama do estado repete o cenário nacional. Segundo o IPC, o estudo deste ano apresentou essa nova tendência no comportamento do consumidor, o de gastar mais com veículo próprio em detrimento até das despesas com alimentação e bebidas no domicílio.

O terceiro no ranking de consumo do estado é a despesa com alimentação em domicílio, que representa 8,5% da movimentação total (R$ 6,843 bilhões). Na sequência aparece a alimentação fora domicílio, com 6,8% (5,5 bilhões) e fechando o top cinco, os gastos com materiais de construção, 3,3% do total (R$ 2,6 bilhões).

Conforme o IPC Maps, Mato Grosso do Sul deve ficar em 16º no rol de consumo entre os estados. A posição é a mesma de Campo Grande em relação as 50 maiores cidades do país.

FONTE/CRÉDITOS: G1
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!