Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Sexta-feira, 01 de Julho de 2022

Notícias/Mato Grosso do Sul

Covid-19 infecta 1,3 mil pessoas e mata sete em Mato Grosso do Sul

Número tem se mantido estável, com média móvel de 1 morte por dia e 187 casos.

Covid-19 infecta 1,3 mil pessoas e mata sete em Mato Grosso do Sul
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que 1.314 pessoas testaram positivo para Covid-19 de 11 a 17 de maio de 2022 em Mato Grosso do Sul. Na semana anterior, foram 872 casos e dez mortes.

Os boletins epidemiológicos, com informações oficiais da Covid-19, são divulgados semanalmente, toda terça-feira, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MS).

Com os novos casos, o Estado soma 531.639 casos confirmados desde o início da pandemia. A média móvel de casos dos últimos sete dias é de 187,7. A taxa de contágio não foi divulgada.

Os municípios que registraram casos confirmados de Covid-19 são Campo Grande (523), Aparecida do Taboado (140), Três Lagoas (49), Iguatemi (48), Ponta Porã (45), Caarapó (42), Maracaju (41), Naviraí (41) entre outros.

INTERNAÇÕES E MORTES
Mato Grosso do Sul contabiliza sete óbitos nos últimos sete dias. Com isso, totaliza 10.550 óbitos desde o início da pandemia.

Os óbitos são de Campo Grande (2), Sonora (1), Naviraí (2), Alcinópolis (1) e Coxim (1). A média móvel de óbitos dos últimos sete dias é de 1,0.

Existem 23 pessoas hospitalizadas com Covid-19. Dentre os internados, 14 estão em leitos clínicos (9 público; 5 privado) e 9 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (8 público; 1 privado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 61%, Dourados 67%, Três Lagoas 18% e Corumbá 47%.

Desaceleração
Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o avanço da vacinação é responsável pela queda no número de internados, casos, óbitos e taxa de letalidade da Covid-19.

"A gente observa número de casos, óbitos, internações mais baixos. Nós continuamos observando a possibilidade ou não de novas variantes. Tivemos diminuição da média móvel de casos e mortes", afirmou a secretária adjunta de Saúde, Christinne Maymone.

Após melhora na pandemia, o governo de Mato Grosso do Sul liberou o uso da máscara facial em locais fechados e abertos.

Campo Grande liberou, oficialmente, o uso da máscara em locais fechados em 22 de março de 2022, conforme noticiado pelo Correio do Estado.

A exceção é para o transporte coletivo, transporte por aplicativo, táxi, hospitais, consultórios e unidades de saúde.

A SES encerrou as lives com informações da Covid-19 no estado de Mato Grosso do Sul. A última edição ao vivo ocorreu em 6 de abril de 2022. As lives tiveram início em 15 de março de 2020.

A melhora da pandemia, redução do número de testes positivos, internações e óbitos por Covid-19 propiciou o encerramento de transmissões ao vivo com informações da pandemia no Estado. 

Boletins epidemiológicos, com informações oficiais da Covid-19, não serão mais divulgados diariamente e sim semanalmente, em toda terça-feira.

O infectologista Julio Croda acredita que a pandemia da Covid-19 esteja próxima do fim, conforme noticiado pelo Correio do Estado.

Croda diz que ainda neste ano, a pandemia pode entrar em uma fase endêmica, com menos impactos na saúde.

Essa passagem de pandemia para endemia, segundo ele, significa que o impacto da doença em internações e mortes será menor.

Christinne Maymone afirmou que a doença está controlada em Mato Grosso do Sul, mas que a SES permanece monitorando o que acontece em outros países que possuem novas variantes, como Reino Unido, França e China. 

FONTE/CRÉDITOS: Correio do Estado
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!