Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Notícias/Policial

Curso de Operações Táticas Especiais da Polícia Civil será aberto a integrantes de outras corporações

Inscrições começam em maio; alunos terão aulas em todos os estados do Centro-Oeste, além do Distrito Federal.

Curso de Operações Táticas Especiais da Polícia Civil será aberto a integrantes de outras corporações
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) e a Academia de Polícia Civil (Acadepol) informaram, nesta quarta-feira (16), que além dos policiais civis, poderão participar do primeiro Curso de Operações Táticas (Cote), as demais corporações do Estado, como Polícia Militar, Rodoviária Federal ou qualquer outra. 

De acordo com o edital, serão oferecidas 50 vagas, das quais 30 serão para policiais civis do Estado, cinco para policiais do Garras e 15 para integrantes das demais polícias de MS e do Brasil. 

O delegado-geral, Roberto Gurgel de Oliveira Filho, explicou que o curso proporcionará um cenário completo de qualificação para os participantes com duração de 10 a 14 semanas, somando 1.444 horas de estudos. 

Ainda de acordo com as informações do delegado-geral, o quadro de professores será composto por policiais de diversas partes do Brasil. 

No período de formação, os alunos irão para Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal para que conheçam as diferentes realidades em que as operações táticas podem ser realizadas.

O objetivo da formação, conforme o edital, é qualificar os profissionais para atuarem em mandados de prisão, buscas e apreensões de alto risco, bem como em operações especiais. 

O delegado titular do Garras, Fábio Peró, ainda pontuou, que, antes de se candidatar ao curso, o interessado deve prestar atenção aos requisitos básicos como aptidão física e táticas, psicológicas e intelectuais, além de estarem em bom estado de saúde. 

“O candidato precisa estar bem de saúde porque já aconteceu do aluno chegar uma semana antes da formação e ter que parar por conta de um problema de saúde”, destaca.

 

Os custos do curso serão divididos entre o participante e a corporação, que buscará incentivos junto ao governo do estado para onerar o menos possível os integrantes da formação. 

“Ficará a cargo do aluno o enxoval com algemas, coturno, camisetas. Uma das formações mais caras é de paraquedismo, mas vamos tentar dar menos de despesa possível para quem for participar”, conclui Peró. 

Conforme o edital, a prova de aptidão física será composta por barra fixa, abdominais, corrida, subida na corda, natação, teste de apneia dinâmica horizontal e flutuação. 

Nessa avaliação, se o candidato executar o exercício de forma incorreta não será pontuado, sendo que cada aluno terá apenas uma tentativa para a realização. 

O tempo mínimo de intervalo entre uma prova e outra será de 15 minutos. 

Para realizar o teste, o interessado deverá apresentar atestado de um cardiologista que comprove que a condições de saúde são boas para fazer tais exercícios. 

Para os candidatos de Mato Grosso do Sul, a lista de aprovados no teste de aptidão será divulgada site da Acadepol/MS dia 15 de junho de 2022

As inscrições poderão ser realizadas do dia 9 a 31 de maio pelo e-mail  garras@pc.ms.gov.br

O edital com todos os requisitos, prazos, fases e custos pode ser consultado clicando aqui

FONTE/CRÉDITOS: Correio do Estado
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!