Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Notícias/Política

Deputado do PL deve ser julgado até junho no STF por falso atentado

A previsão de que o julgamento ocorra dentro de 60 dias é da vice-procuradora-geral da República, Lindôra Maria Araújo.

Deputado do PL deve ser julgado até junho no STF por falso atentado
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O deputado Loester Carlos Gomes de Souza, o Trutis (PMS)L), deverá ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal até final de junho. A relatora do caso é a ministra Rosa Weber. O parlamentar é acusado de montar o próprio atentado com ajuda do seu chefe de gabinete, Ciro Nogueira Fidélis, em 16 de fevereiro de 2020, segundo informa o site MS em Brasília.

A previsão de que o julgamento ocorra dentro de 60 dias é da vice-procuradora-geral da República, Lindôra Maria Araújo. Nesta sexta-feira (29), ela negou pedido dos réus para realização de perícia técnica em uma pistola modelo glock, apreendida em 6 de março de 2022 pela Polícia Militar, em Campo Grande.

Trutis e Fidélis serão julgados dois anos e quatro meses depois da suposta tentativa de assassinato contra o parlamentar. Eles respondem por falsa comunicação de crime, porte ilegal de arma e disparo de arma de fogo.

FONTE/CRÉDITOS: Diário do Poder
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!