Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Notícias/Policial

Em Corumba, Polícia Federal e Receita fazem maior apreensão de cocaína dos últimos 9 meses no Estado

Droga estava escondida dentro de carga vinda da Bolívia e pode valer cerca de R$ 3,7 milhões

Em Corumba, Polícia Federal e Receita fazem maior apreensão de cocaína dos últimos 9 meses no Estado
Foto: Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um caminhão carregado com borato de sódio carregado na Bolívia estava também com 148 kg de cocaína escondidos no meio da carga.  Como o mineral é branco e transportado em sacos grandes, os traficantes tentaram esconder a droga em sacos menores, porém colocados em meio ao borato. 

A Polícia Federal e a Receita Federal trabalharam em conjunto para monitorar o caminhão e realizar a apreensão. Nos últimos nove meses, essa é a maior carga de cocaína que foi encontrada na fronteira do Brasil com a Bolívia. No mercado ilegal, ela tem valor aproximado de R$ 3,7 milhões.

Quando o caminhão passou no local, foi dada ordem de parada. Os policiais federais realizaram vistoria na carga e encontraram ao menos um saco de menor tamanho. O veículo foi levado novamente para o Porto Seco de Corumbá e trabalho mais minucioso passou a ser realizado em toda a carga, totalizando os 148 kg de cocaína localizados.

O caminhoneiro é de Ji-Paraná (RO) e acabou responsabilizado, criminalmente, pelo tráfico de drogas. Ele foi preso em flagrante, prestou depoimento e foi encaminhado para a Penitenciária de Corumbá. A carga, conforme apurado, seria levada para Goiás.

Inquérito vai ser instaurado para tentar identificar o dono da carga e como foi realizada a compra na Bolívia.

FONTE/CRÉDITOS: Redação Portal do MS
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!