Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Notícias/Economia

Geração de empregos positiva consolida retomada econômica, dizem economistas

Mato Grosso do Sul acumula saldo de 30.172 trabalhos com carteira assinada nos seis primeiros meses deste ano.

Geração de empregos positiva consolida retomada econômica, dizem economistas
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Com os sucessivos resultados positivos na geração de emprego em Mato Grosso do Sul, economistas apontam que há uma consolidação da retomada econômica do Estado. 

Em junho, o saldo positivo na criação de vagas foi o sexto consecutivo do ano e o melhor para o mês desde o início da série histórica do Ministério do Trabalho e Previdência, em 2004.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), no sexto mês do ano, o saldo ficou positivo em 4.196 contrações, resultado entre 29.756 admissões e 25.560 demissões.  

O estoque de empregos vem crescendo gradativamente desde o arrefecimento da pandemia da Covid-19. Em junho de 2020, o Estado tinha o total de 513.759 trabalhadores formais. No mesmo mês de 2021, o compilado era de 551.651 vagas. Já o dado mais recente aponta para estoque de 592.322 postos formais.

No acumulado do semestre, são 30.172 empregos com carteira assinada. Em todo o ano passado, Mato Grosso do Sul teve saldo positivo de 36.287, ou seja, nos seis primeiros meses do ano, o acumulado já representa 83,14% do total gerado em 2021, quando o Estado bateu recorde na geração de empregos.  

De acordo com o doutor em economia Michel Constantino, a retomada econômica já aconteceu. “O Caged bateu recorde nacional e no nosso estado. Agora estamos na fase de confiança do comércio, do varejo, de indústria e serviços, assim os empreendedores aumentam os investimentos em produção e emprego”, analisa.

Segundo ele, esse movimento tende a ser positivo para o desenvolvimento da economia no curto prazo. “Com o aumento da atração de investimentos vindo de empresas de outros países e outros estados, a alavanca das contratações vem aumentando e deve continuar positiva nos próximos meses”.

A atração de grandes players, como os projetos Cerrado, da Suzano, e Sucuriú, da Arauco, tende a consolidar o Estado como grande empregador. “MS deve continuar a atrair investimentos, como a empresa Suzano e a outra que está vindo do Chile [Arauco]. Abrir novos mercados e reduzir o tamanho do Estado na economia”, completa Constantino.

FONTE/CRÉDITOS: Correio do Estado
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!