Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022

Notícias/Mato Grosso do Sul

Inverno começa semana que vem e terá longa estiagem e frio abaixo de 0°C

Prognóstico indica que pode haver período de mais de 30 dias sem chuva; frio será intenso em julho.

Inverno começa semana que vem e terá longa estiagem e frio abaixo de 0°C
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O inverno começa às 23h32 do dia 20 e junho em Mato Grosso do Sul e será marcado por uma longa e severa estiagem, e por passagens de frente fria rigorosas, com temperaturas negativas.

É o que aponta prognóstico divulgado nesta segunda-feira (13) pelo meteorologista Natálio Abrãao.

Conforme o prognóstico, o inverno, que compreende os meses de junho, julho, agosto e parte de setembro, terá temperaturas predominantemente amenas.

Durante o período, deve haver oscilação, com dias de calor e outros de frio.

São esperadas passagens de frente fria que devem derrubar as temperaturas, especialmente no mês de julho.

A entrada das massas de ar polares aumenta a ocorrência de episódios de nevoeiros e geadas no centro-sul do Estado.

A massa de ar polar mais intensa está prevista para os dias 11 a 13 de julho, quando são esperadas temperaturas abaixo de 0°C em algumas regiões.

A ocorrência de de frentes frias deve ocorrer durante os primeiros 30 dias de inverno.

A partir de agosto, o frio fica menos frequente e a probabilidade é de temperaturas acima do normal, até novembro.

Além disso,  o prognóstico aponta eventos severos de estiagem, com chuva abaixo da média, com períodos acima de 30 dias sem precipitações.

As chuvas que ocorrerem devem ser irregulares, mal distribuídas e reduzidas neste ano, ficando abaixo da média de 35 mm.

Até o fim do mês de junho, o predomínio será de sol, poucas nuvens e umidade relativa em declínio.

Em julho, além do frio intenso, já se inicia o período de estiagem, com tempo seco e pouca chuva.

Para agosto, a umidade relativa do ar deve bater recordes de nível crítico, abaixo de 151%, com estiagem e temperaturas muito elevados.

Em setembro, as primeiras chuvas devem ocorrer depois do dia 10, com fortes ventos.

 

 

FONTE/CRÉDITOS: Correio do Estado
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!