Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Notícias/Economia

Mesmo com redução do ICMS, ainda não compensa abastecer com etanol em MS

Preço baixo da gasolina dificulta competitividade com o álcool, diz Sinpetro-MS

Mesmo com redução do ICMS, ainda não compensa abastecer com etanol em MS
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Apesar da redução na alíquota do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), de 17% para 11,3%, anunciada nesta semana pelo Governo, Mato Grosso do Sul está fora da lista dos estados em que é mais vantajoso abastecer com etanol, em relação à gasolina. A previsão era que a medida reduziria o valor nas bombas em R$ 0,24, o que ainda não aconteceu.

Conforme explica o diretor-executivo do Sinpetro-MS (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Sul), Edson Lazarotto pelo preço em que está a gasolina fica mais difícil de competir.

“Enquanto a gasolina continuar a baixar, a paridade fica cada vez mais distante de competir”, destaca.

Segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) o valor médio do combustível, no Estado, é de R$ 4,49, enquanto o da gasolina é R$ 5,37. Neste caso, o valor do etanol representa 0,83% do preço da gasolina.

Pelo cálculo, dividindo o valor do litro do etanol pelo da gasolina, o resultado na bomba ainda é superior a 0,70% e não compensa ao consumidor sul-mato-grossense. 

FONTE/CRÉDITOS: CampoGrandeNews
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!