Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Notícias/Policial

Motorista de Caarapó envolvido em acidente com morte no PR paga fiança de 12 mil

Depois de comprovar depósito do valor, saiu da cadeia na última quinta-feira (7).

Motorista de Caarapó envolvido em acidente com morte no PR paga fiança de 12 mil
Guia Medianeiras
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Cléber Moreira de Souza, 48 anos, o condutor da carreta envolvido em acidente com 7 mortes em Marechal Rondon (PR), pagou fiança de R$ 12 mil e deixou a prisão. Natural de Caarapó, irá responder em liberdade pelos crimes de homicídio culposo, lesão corporal culposa e omissão de socorro.

A Justiça do Paraná havia estipulado fiança de R$ 36,6 mil, mas reconsiderou após recurso da defesa do motorista, que alegou falta de condições financeiras para arcar com o pagamento. Depois de comprovar depósito do valor, saiu da cadeia na última quinta-feira (7).

Na determinação judicial, consta que ele deve comparecer a todos os atos processuais e avisar com antecedência qualquer alteração de endereço.

No ônibus destruído, grãos de milho da carga de condutor de MS (Foto: Guia Medianeiras)
Souza conduzia carreta carregada de milho que bateu no micro-ônibus da Secretaria Municipal de Saúde de Pato Bragado (PR), em acidente ocorrido no dia 2 de maio, na PRC-467, em Marechal Cândido Rondon. Na colisão, 7 morreram e 13 ficaram feridos.

Em depoimento prestado ao delegado da PC (Polícia Civil) de Marechal Rondon, Rodrigo Baptista Santos, o carreteiro disse que estava na PR-467 por volta das 16h30, no sentido Santa Helena, quando teve que desviar de caminhão carregado com porcos que invadiu a pista.

O motorista disse que, na manobra, acabou atingindo o veículo que seguia atrás, mas acho que foi como um “esbarrão”.

O motorista parou 300 metros à frente e não viu qualquer sinal de acidente com outro veículo. Notou dano na lateral traseira da carreta, a lona rasgada e a perda de parte da carga, mas seguiu viagem. (Com informações do site Ricmais). 

FONTE/CRÉDITOS: CampoGrandeNews
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!