Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Sexta-feira, 01 de Julho de 2022

Notícias/Mato Grosso do Sul

Novas regras vão deixar CNH até R$ 1 mil mais cara - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Autoescolas terão que investir em aparelhos para fotografar e comprovar que aluno fez aulas práticas

Novas regras vão deixar CNH até R$ 1 mil mais cara - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Novas regras publicadas pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), nesta semana, alteram exigências feitas às autoescolas e alunos no curso para obtenção de CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Antes, aulas práticas tinham que ser registradas em vídeo, exceto das categorias de motocicletas e as de até 50 cilindradas, chamadas de “cinquentinhas”. Agora, aulas de todas as categorias terão que ser fotografadas para comprovar que o aluno fez a aula. 

Com isso, as 250 autoescolas do Estado devem gastar mais com câmeras ou empresas que prestam o serviço e, em consequência, subir os preços. A Associação dos Centros de Formação de Condutores do Estado do Mato Grosso do Sul, prevê elevação de até R$ 1 mil no preço do curso de formação, tanto para carros, quanto para motos. As autoescolas têm até 60 dias para se adequarem. 

Atualmente, são exigidas 20 horas de aulas práticas, mas ocorria com frequência de as autoescolas oferecerem menos aulas para motociclistas que não podiam pagar o pacote. Com a exigência de fotografar as aulas, isso será impossível.

Preços – O preço para tirar a CNH, que já subiu 15% com a alta da gasolina nos últimos meses e chega a R$ 3,5 mil na Capital, contando com as taxas do Detran que ficam em R$ R$ 843,76, poderá alcançar os R$ 4,5 mil, em média, nas 56 autoescolas da cidade.

FONTE/CRÉDITOS: CampoGrandeNews
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!