Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Notícias/Economia

Pagamento de taxas na Junta Comercial de MS agora pode ser feito via PIX

É mais uma inovação oferecida pelo Governo do Estado, por meio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente,

Pagamento de taxas na Junta Comercial de MS agora pode ser feito via PIX
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Apartir de agora, o pagamento de guias, taxas e emolumentos da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) pode ser feito via PIX. É mais uma inovação oferecida pelo Governo do Estado, por meio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), aos usuários dos serviços oferecidos pela Jucems.

A novidade foi apresentada na quinta-feira (10) pelo diretor-presidente da Junta Comercial, Augusto Castro, ao secretário adjunto da Semagro, Ricardo Senna, ao presidente do CRC-MS, Otacílio dos Santos Nunes e representantes do Banco do Brasil, Fecomércio, OCB-MS e demais entidades que integram o conselho de vogais do órgão. “Além de reduzirmos o tempo de abertura de empresas, de dias para apenas algumas horas, estamos inovando mais uma vez com essa comodidade do pagamento via pix. A Jucems é hoje um dos órgãos mais inovadores e digitais na estrutura do Governo do Estado. Tudo isso, em favorecimento do cidadão”, comentou Ricardo Senna.

“Agradecemos ao Governo do Estado e à Jucems por mais essa facilidade em nosso trabalho. Esse era um anseio da classe contábil e que foi prontamente atendido pela Semagro e pela Junta. É mais uma inovação e facilidade excelente para os contribuintes e contadores”, afirmou o presidente do CRC-MS, Otacílio dos Santos Nunes.

O diretor-presidente da Jucems, Augusto Castro, lembrou os avanços da Junta com a transformação digital, desburocratização e modernização de processos promovida pelo Governo do Estado, por meio da Semagro, no órgão, nos últimos anos. “Em janeiro deste ano, o tempo médio para o empresário sul-mato-grossense abrir uma empresa foi de 5 horas, em média. Em 2015, chegava a 17 dias e ainda temos espaço para mais avanços”, afirmou. “Em 2020, foram 7.903 empresas abertas em Mato Grosso do Sul, o melhor resultado para um exercício de toda a série histórica registrada na Junta Comercial, iniciada no ano de 2000. Em 2021, batemos esse recorde, com 9273 empresas abertas no Estado”, acrescentou.

Na avaliação do secretário Jaime Verruck, da Semagro, “esse é um atrativo para Mato Grosso do Sul. A facilidade da formalização e a redução de custos são um atrativo para que tenhamos mais novas empresas abertas. Nosso foco é esse, de sempre melhorar o ambiente de negócios para o empresário, com menor custo e mais agilidade no processo de abertura. Quem tem de andar, não é o empresário, mas sim, o processo dentro da Jucems”, afirmou.

O secretário adjunto da Semagro, Ricardo Senna, lembra ainda que o engajamento dos funcionários da Jucems e as parcerias com o Sebrae, RedeSim, Governo Federal, assim como a integração com os municípios, “foram fundamentais para o êxito da transformação digital na Junta Comercial”.

FONTE/CRÉDITOS: Assessoria
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!