Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Sexta-feira, 01 de Julho de 2022

Notícias/Policial

Polícia Federal vai investigar ocorrência que terminou com militar do Bope ferido a tiro de fuzil

Militar teve parte de uma das pernas amputada.

Polícia Federal vai investigar ocorrência que terminou com militar do Bope ferido a tiro de fuzil
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Foi encaminhada para a Polícia Federal a ocorrência que terminou com a tentativa de homicídio contra o policial militar Carlos Alberto Aragaki, de 45 anos, subtenente do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais). Equipe abordava suspeitos de tráfico de drogas quando o militar foi ferido a tiros de fuzil na madrugada desta quarta-feira (16), em Antônio João, região de fronteira com o Paraguai, a 402 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com as informações repassadas pela Polícia Civil e Polícia Militar, a ocorrência foi encaminhada para a PF, que agora atua na investigação. Isso porque o caso envolve tráfico internacional de drogas. Equipes da Polícia Nacional do Paraguai, bem como forças policiais brasileiras estão na região.

Militares do Bope e Batalhão de Choque se deslocaram de Campo Grande para Antônio João. Os autores dos disparos contra o policial estariam em duas camionetes com placas do Paraguai. No entanto, teriam fugido para o território brasileiro e há possibilidade de estarem escondidos ainda na região.

O subtenente estava com a equipe em uma ação de bloqueio de uma das estradas onde havia a informação de que um caminhão estaria com drogas. Mas, durante a abordagem, os criminosos reagiram e fizeram disparos com fuzis, atingindo o militar. A droga acabou apreendida e é pesada.

A troca de tiros aconteceu por volta das 3 horas da madrugada e o militar foi prontamente atendido. Ele sofreu graves ferimentos na perna, que foi parcialmente amputada, além de um ferimento a tiro na outra coxa, e precisou ser transferido em aeronave do Corpo de Bombeiros para Campo Grande. Ele será internado na Santa Casa.

Primeiras informações são de que o estado de saúde do subtenente é estável.

FONTE/CRÉDITOS: Mídia Max News
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!