Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Notícias/Economia

Preço dos remédios terá reajuste de 10,89%

Aumento precisa ser autorizado pelo governo federal, mas vale a partir de 1º de abril e influencia 13 mil medicamentos.

Preço dos remédios terá reajuste de 10,89%
Ilustração
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O preço dos remédios pode aumentar em 10,89% a partir desta sexta-feira (1º), segundo o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos. O índice determinado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) foi divulgado na noite de terça-feira (29).

O que conta, na hora de definir o aumento, é a inflação e o fator Y, que realiza um cálculo dos custos de produção que não são rastreados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo.

O cálculo capta a variação cambial, as tarifas de eletricidade e os preços dos insumos.

O aumento precisa ser autorizado pelo Governo Federal, mas o Sindusfarma afirma que o repasse da inflação já pode acontecer a partir do abril. O repasse depende dos laboratórios e pode influenciar cerca de 13 mil medicamentos no país.

Em março, a prévia da inflação subiu 0,95%, maior variação para o mês desde 2015. O dado, divulgado na semana passada pelo IBGE, revela que em 12 meses o IPCA-15 tem alta de 10,79%.

FONTE/CRÉDITOS: Band News
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!