Portal do MS - Sua fonte de notícias de Mato Grosso do Sul

Domingo, 03 de Julho de 2022

Notícias/Política

Zeca do PT 'pula do barco' e tira pré-candidatura a Governo do Estado

Situação judicial e de ilegibilidade de Zeca foi uma das pedras no sapato do ex-governador.

Zeca do PT 'pula do barco' e tira pré-candidatura a Governo do Estado
Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O ex-governador Zeca do PT retirou sua pré-candidatura a Governo do Estado, por conta da situação judicial que envolve a ilegibilidade, e o impediria de concorrer as eleições deste ano. A desistência de Zeca foi comunicada nesta quarta-feira (6) de forma oficial pelo Partido dos Trabalhadores de MS.

Segundo o comunicado do presidente estadual Vladimir Ferreira, o petista retirou a pré-candidatura por "motivos pessoais" e que nos próximos dias vai se reunir com lideranças para apresentar nova pré-candidatura ao governo.

O deputado federal Vander Louber comentou a situação e disse no Twitter que Zeca "fez a opção de se dedicar a cuidar do seu caso judicial".

Segundo ele, se o partido não encontrar ninguém disposto e com musculatura política pode optar por alianças com outra legenda.

Em nota oficial, Vladimir Ferreira disse ainda que está se posicionando de maneira forte para as eleições e que já tem chapas de deputados estaduais, federais e senador formada. 

"Iniciamos a elaboração do nosso Programa de Governo, e estamos num forte processo de mobilização com os nossos encontros regionais e a criação dos comitês populares de luta e resistência, demonstrando a força e a disposição da nossa militância. Destacamos ainda, a necessidade de uma aliança no campo progressista, democrático e de esquerda, para garantirmos um palanque forte para o nosso projeto nacional, liderado pelo Ex-presidente Lula, atual pré-candidato a presidência da República pelo PT”.

Em busca de um nome

Ferreira diz que um novo nome será lançado em breve, mas não indica quem seria. 

“Reafirmamos, portanto, que o PT irá apresentar uma pré-candidatura ao Governo do Estado, que será construída com diálogo e serenidade, sabendo da nossa responsabilidade em contribuir para o fim do retrocesso por qual passa o nosso País e também de apresentarmos novamente um projeto inovador, popular e democrático para o Mato Grosso do Sul”.

Pode ser que o PT acene para o professor Tiago Botelho, que no momento está se apresentando como pré-candidato ao Senado.

O partido conta ainda com nomes conhecidos como Pedro Kemp, Humberto Amaducci, Vander Louber e Amarildo Cruz.

A vereadora de Campo Grande, Camila Jara, não possui a idade exigida pela lei eleitoral para disputar. 

FONTE/CRÉDITOS: TopMídiaNews
Comentários:

Veja também

Seja bem vindo!